26 de fev de 2015

Logística reversa de resíduos de lâmpadas fluorescentes


A logística reversa de lâmpadas fluorescentes já é realidade no Brasil. Estabelecida pela Política Nacional de Resíduos Sólidos, Lei 12.305/2010, a logística reversa de lâmpadas fluorescentes teve seu acordo setorial assinado em novembro de 2014 por fabricantes e importadores representados pelas instituições Abilux (Associação Brasileira da Indústria da Iluminação), Abilumi (Associação Brasileira de Importadores de Produtos de Iluminação) e CNC (Confederação Nacional do Comércio de Bens, Serviços e Turismo).

Essa devolução de lâmpadas a seus fabricantes e importadores não é apenas uma realidade brasileira. O acordo nacional foi baseado em experiências europeias e é necessário para prevenir a contaminação da água e solo por metais pesados, principalmente o mercúrio. A opção pelo uso das lâmpadas compactas em residências teve sua origem na economia energética mas os riscos ambientais de seu descarte inadequado exigiram um maior cuidado em seu manuseio, da produção até sua destinação final. O mercúrio tem efeitos nocivos para pessoas e para o meio ambiente. Pode afetar o cérebro, o coração, os rins, pulmões e o sistema imunológico. Rios contaminados com mercúrio podem atingir a produção de pescado que por sua vez chegam ao consumo humano sem aparentar qualquer anormalidade.


Há dois cuidados importantes que precisamos atentar:

1. Como descartar corretamente:
O acordo setorial explica que "aos geradores domiciliares caberá acondicionar adequadamente as lâmpadas descartadas, de forma segregada de outras frações de resíduos sólidos e de modo a assegurar a sua integridade; entregá-las adequadamente nos pontos de entrega. Nos municípios onde não há, em operação, qualquer ponto de entrega, os geradores domiciliares deverão acondicionar, adequadamente e de forma segura, as lâmpadas e entregá-las para a coleta móvel periódica ou em outros tipos de eventos de coleta que venham a ser instituídos pela entidade gestora como parte do sistema."


2. O que fazer em caso de quebra acidental:

Antes de limpeza
Pessoas e animais devem sair do local, que precisa ter janelas e portas abertas e ser arejado por aproximadamente 10 minutos.
Desligue o ar condicionado, se for o caso.
Providencie papelão, fita adesiva, papel toalha umedecido, jornal velho e saco plástico.

Durante a limpeza
Não use aspirador de pó.
Sem tocar, recolha todo o vidro com auxílio do papelão e do papel toalha.
Passe o papel toalha umedecido no local da quebra para retirar todo o vidro e pó visível.
Deposite os cacos junto com o papel toalha em jornal, dobre com cuidado.
Coloque no saco plástico. Coloque também o papelão no saco plástico e todo o papel toalha utilizado.
Lacre o saco com fita adesiva.

Depois de limpeza
Geradores domiciliares devem destinar para coleta seletiva ou pontos de entrega voluntária de resíduos recicláveis e/ou perigosos.
Em empresas, comunicar ao pessoal da gestão ambiental para que o material seja armazenado com as demais lâmpadas fluorescentes inservíveis.

Referência: Agência Americana de Proteção Ambiental (EPA)

E as empresas geradoras desse resíduo? Poderão usar o mesmo sistema?
As indústrias em geral, já precisavam se responsabilizar por seus resíduos perigosos e por isso destinavam suas lâmpadas fluorescentes a empresas que fazem a descontaminação, separação e destinação adequada. Com o acordo setorial, a boa notícia é que o acordo prevê uma rede de entrega específica para ƒdevolução de lâmpadas inservíveis oriundas de geradores não domiciliares. Com mais pessoas usando o sistema, seus custos tendem a diminuir.

Um grande desafio é a educação ambiental para o tema. Cacos de lâmpadas fluorescentes são usados para fazer cerol de pipa e crianças e jovens se contaminam por não conhecerem os riscos associados a essa diversão.  Os riscos da exposição ao mercúrio não são de efeito imediato e conhecê-los é o primeiro passo para a conscientização e participação na logística reversa das lâmpadas fluorescentes, sejam as tubulares mais usadas por empresas, sejam as compactas, presentes em todos os lares do país.

Imagem: Jogo Gestão de Resíduos 
Comentários
0 Comentários

Nenhum comentário:

Postar um comentário